Avillez conquista segunda 


No mesmo dia em que abriu um novo conceito descontraído de restauração no Porto, Pedro Lemos conheceu um dos mais significativos reconhecimentos da carreira que tem vindo a trilhar. Pelo trabalho desenvolvido no restaurante homónimo, que mantém com sucesso na Foz,o chefe acaba de conquistar uma estrela Michelin, nos limites de uma cidade que há muito não a via.

Na noite desta quarta-feira, em Marbella, Espanha, o "Guia Michelin Espanha e Portugal 2015" foi generoso para o país. Atribuiu a segunda estrela a José Avillez, no restaurante Belcanto, em Lisboa, e reconheceu novamente o trabalho desenvolvido no algarvio São Gabriel, devolvendo a estrela perdida na passada edição e, com isso, premiando o labor do chefe Leonel Pereira.

Contas feitas, Portugal enche o peito com um total de 17 estrelas repartidas por 14 restaurantes no famoso guia vermelho: Belcanto (Lisboa, duas estrelas), Vila Joya (Algarve, duas estrelas), The Ocean (Algarve, duas estrelas), Henrique Leis (Algarve, uma estrela); Willie´s (Algarve, uma estrela), São Gabriel (Algarve, uma estrela), Eleven (Lisboa, uma estrela), Feitoria (Lisboa, uma estrela), Fortaleza do Guincho (Cascais, uma estrela), L´And (Montemor-O-Novo, uma estrela), Pedro Lemos (Porto, uma estrela), The Yeatman (V.N. Gaia, uma estrela), Largo do Paço - Casa da Calçada (Amarante, uma estrela) e Il Gallo d´Oro (Funchal, uma estrela), Vale o que vale, mas a generalidade dos cozinheiros, dos críticos e da indústria mundial da restauração considera tratar-se do mais elevado patamar de reconhecimento.

 

Redação | WINE - A Essência do Vinho