Para bebidas alcoólicas


No Brasil, na passada quinta-feira (11 de dezembro), o Ministério Público Federal determinou novas restrições na propaganda de cervejas e vinhos em todo o país. Em 180 dias após a publicação da decisão, as bebidas com teor alcoólico igual ou superior a 0,5 graus na escala Gay Lussac passarão a estar sujeitas à Lei 9.294/1996, que limita a publicidade em relação ao horário e conteúdo.

Com isto, os comerciais só poderão ser veiculados na rádio ou televisão entre as 21h e 6h e não poderão associar-se a produtos desportivos ou outras práticas saudáveis, condução de veículos, imagens/ideias de êxito ou desempenho sexual. Os rótulos também deverão passar a conter a advertência: "Evite o consumo excessivo de álcool".

Restrições do género já existiam mas apenas para bebidas com teor alcoólico acima de 13 graus, como whisky e vodka. A decisão da Justiça Federal assentou nas novas evidências apresentadas sobre a influência que a publicidade exerce sobre os jovens para um consumo de álcool precoce e abusivo, além de o álcool ser "responsável por mortes violentas, abuso sexual, agressões, acidentes de viação, violência doméstica, diversas doenças e exposição a comportamentos de risco".



Redação | WINE - A Essência do Vinho