Prémios revista WINE

É já sexta-feira (30 de janeiro) que a revista WINE - A Essência do Vinho vai revelar os grandes vencedores dos prémios "Melhores do Ano 2014", em cerimónia a realizar-se no espaço BH Foz, no Porto. A Adega Cooperativa de Monção, a Quinta das Bágeiras, a Quinta de Chocapalha e a Sogevinus são os quatro nomeados na categoria "Produtor do Ano".

Bastaria o extraordinário Muralhas de Monção, um dos vinhos brancos mais longevos e consumidos em Portugal, mas também um dos mais abandonados pela crítica, para eleger a Adega Cooperativa de Monção como um dos produtores mais decisivos de Portugal. Se juntarmos o Deu-la-Deu, então será ainda mais fácil compreender a justiça desta escolha. Também a Quinta das Bágeiras, apesar de liliputiana na dimensão, tem-se destacado pelo lançamento sucessivo de vinhos que se colocam entre os melhores de Portugal, tanto na categoria dos espumantes como dos brancos e tintos. O perfil é clássico, assentando numa forma de estar profundamente tradicional, que gosta de beber no passado os ensinamentos para o presente. Já os vinhos da região de Lisboa costumam ficar escondidos do radar de muitos enófilos nacionais, mas é precisamente aqui que nascem os vinhos da Quinta de Chocapalha, frescos e terrivelmente sedutores, que continuam a melhorar a cada ano que passa. Se os tintos impressionam pela precisão aromática, pela potência contida e pela elegância, os brancos emocionam pela frescura, limpidez e intensidade que transmitem. Da longa e monumental lista de nomes de referência no Vinho do Porto merecem destaque a Burmester e a Kopke, da Sogevinus. Foi arrojado o lançamento recente de vinhos do Porto brancos com indicação de idade por parte da Kopke e o lançamento do Kopke Colheita 1940, em comemoração dos 375 anos da casa.

O elenco global de nomeados pode, entretanto, ser conhecido em detalhe na edição da WINE que está nas bancas.



Redação | WINE-A Essência do Vinho