Restaurantes em funcionamento permanente com degustações de petiscos tradicionais do Centro e das Beiras, apresentações de cozinha ao vivo com chefes convidados, mais de três dezenas de expositores com produtos regionais para prova e aquisição e workshops temáticos sobre gastronomia e vinhos. O “Prove Dão Lafões” promete tornar simplesmente irresistível o primeiro fim de semana de julho (dias 6, 7 e 8), no monumental Adro da Sé, em Viseu.

Apresentado esta quinta-feira, em Conferência de Imprensa, o programa do “Prove Dão Lafões” confirma desde logo a presença dos conceituados chefes de cozinha Justa Nobre e Luis Américo, a que se junta ainda Paulo Cardoso, um jovem cozinheiro que promete dar cartas. Os três vão protagonizar sessões de cozinha ao vivo no evento.

Convém recordar que Justa Nobre é um dos nomes mais respeitados da gastronomia portuguesa, responsável pelo restaurante O Nobre/Spazio Buondi, em Lisboa, sendo ainda mais conhecida do grande público por ter sido recentemente jurada da versão portuguesa do concurso televisivo “Master Chef”. Luis Américo, com ligações beirãs, foi eleito “Chefe Cozinheiro do Ano” em 2004, conta já um currículo vasto que passa por locais como a Quinta do Pendão, Foz Velha e Degusto, liderando na atualidade o restaurante Mesa, no Porto, e o Forneria S. Pedro, em V.N. Gaia. Já Paulo Cardoso é um jovem e muito promissor cozinheiro, com experiência em unidades hoteleiras de diversos pontos do país e na Suíça, estando agora na Casa da Ínsua – Forno da Mimi, em Penalva do Castelo.

Os visitantes do “Prove Dão Lafões” poderão ainda degustar iguarias da autoria de três emblemáticos restaurantes: Casa Arouquesa (Viseu), O Solar (Oliveira de Frades) e Casa da Ínsua (Penalva do Castelo). Estes restaurantes estarão em funcionamento permanente no evento, propondo degustações a partir de 3€.

No mesmo horário, o “Prove Dão Lafões” terá à disposição um “Mercado Gourmet” onde será possível degustar e adquirir grandes produtos da região, em mais de 30 expositores: queijos, enchidos, azeites, mel, doçaria tradicional, vinhos, entre muitos outros. Por falar em vinhos, no evento os visitantes poderão ainda encontrar um wine bar com vinhos do Dão. E para apurar conhecimentos sobre vinho e gastronomia, há conversas informais diárias, conduzidas por um enólogo e dirigidas ao grande público, bem como workshops temáticos para profissionais da hotelaria e restauração, incidindo na importância de um correto serviço de vinhos e na harmonização gastronomia /vinhos.                                                                              

Criar “oferta diferenciadora”
na região Dão Lafões

O programa do “Prove Dão Lafões” foi apresentado em Conferência de Imprensa, realizada esta quinta-feira no Hotel Montebelo, em Viseu.

Carlos Marta, presidente da Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região Dão Lafões, a entidade que organiza a iniciativa, destacou a importância de “apostar em produtos de excelência da região, como a gastronomia, para atrair mais visitantes”, sublinhando ainda que haverá “uma aposta efetiva” da CIM no segmento enogastronómico, por forma a promover algumas das vantagens competitivas dos 14 concelhos desta associação de municípios.

Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro de Portugal, enalteceu a realização do evento e a necessidade de ser criada “uma oferta diferenciadora” para atrair cada vez mais públicos à região Centro do país.

Nesta Conferência de Imprensa estiveram ainda presentes Américo Nunes, vice-presidente da Câmara Municipal de Viseu, João Lourenço, presidente da Câmara Municipal de Santa Comba Dão, e os diretores da EV-Essência do Vinho, Nuno Botelho e Nuno Pires.

O “Prove Dão Lafões” é uma organização da CIM Dão Lafões, em articulação com o Turismo Centro de Portugal e com cofinanciamento do MAIS CENTRO – Programa Operacional Regional do Centro. A produção é da EV-Essência do Vinho.

Informações complementares sobre o evento estão disponíveis online.


José João Santos | WINE-A Essência do Vinho
www.essenciadovinho.com