Projeto contempla plataforma digital

 

A “Rota dos Vinhos do Dão” ganha vida no dia 27 de abril, no Solar do Vinho do Dão, em Viseu. O projeto enquadra-se no QREN/Plano Operacional do Centro (POC) e a componente nacional foi financiada pela Comunidade Intermunicipal da Região Dão Lafões (CIMVDL) e pela Comissão Vitivinícola Regional (CVR) do Dão, tendo um custo estimado, nesta primeira fase, de 465 mil euros.

Terá um suporte digital, sob a forma de aplicação mobile e site, e contará com 41 produtores aderentes, proprietários de adegas e de enoturismos da região do Dão, que serão oficialmente reconhecidos e certificados com placas de sinalização, numa cerimónia que decorrerá no final de um dia de debates, em contexto de seminário, sobre as potencialidades enoturísticas da região.

Arlindo Cunha (presidente da CVR Dão), Almeida Henriques (presidente da Câmara Municipal de Viseu), Pedro Machado (presidente do Turismo do Centro), e João Cotrim de Figueiredo (presidente do Turismo de Portugal), estarão responsáveis pela abertura de um encontro em que participarão também Ana Abrunhosa (presidente da Comissão de Coordenação da Região Centro),  José Morgado Ribeiro (presidente da CIMVDL) e Adolfo Mesquita Nunes (secretário de Estado do Turismo), que o encerrará. O seminário vai poder contar ainda com a presença de Dora Simões (presidente da CVR Alentejana), e com Tom Perry, da Região Demarcada de La Rioja, em Espanha, dois exemplos de sucesso mundial.

A rota, organizada e certificada, pretende facilitar aos visitantes nacionais e estrangeiros a participação numa simples prova, a visita a adegas ou quintas, a compra de vinhos e outros produtos tradicionais no local, a visita a monumentos e a possibilidade de usufruir de serviços de restauração ou de alojamento devidamente identificados e sinalizados quanto ao tipo de oferta.

 

Redação | WINE – A Essência do Vinho