Estudo revela que gastam em média 762 euros

 

Experimentar a gastronomia é a principal atividade, praticada por 96% dos turistas que visitam o Porto e Norte de Portugal. A conclusão integra o mais recente estudo que traça o perfil do visitante da região, divulgado pela agência Lusa. Os dados permitem concluir que entre os meses de  abril e junho deste ano (segundo trimestre), os turistas que chegaram por via aérea permaneceram em média seis dias e gastaram, também em média, 762€.

Os brasileiros são os que gastam mais, um consumo médio de 98€ por pessoa e noite. Luxemburgueses, belgas, suíços e franceses são os mais contidos, com gastos diários entre 33€ e 51€. A maioria dos turistas vive em agregados familiares com duas a três pessoas, com idades entre os 26 e os 50 anos, pertencendo às classes média e média-alta, com ensino secundário ou superior e rendimentos familiares mensais entre os mil e os três mil euros. Preferem pernoitar no Grande Porto, sobretudo em hotéis (40%), casas de familiares e amigos (28%) e pensões (21,1%). Para além do Grande Porto os turistas preferem alojar-se em Braga, seguindo-se Guimarães, Póvoa de Varzim, Viana do Castelo, Chaves e Espinho. Em média, dos 762€ gastos, 389€ são para estadia. Ainda assim, em comparação com igual trimestre de 2014, nota-se um decréscimo que reflete a diminuição dos tempos de estada média na região (no segundo trimestre de 2014, as estadias representavam 487€).

Além de experimentar a gastronomia da região, passeios de automóvel (67%), observar a paisagem (57%), gozar a animação noturna (53,1%), adquirir artesanato (44%), visitar o Vale do Douro (34,6%) e as Caves do Vinho do Porto e outros momentos (27,3%) estão entre as preferências dos turistas. A maioria dos inquiridos do estudo, 76%, já tinha visitado a região, com exceção dos turistas em negócios (56%), que nunca tinham visita o Porto e Norte. Férias, beleza natural, Vale do Douro e gastronomia estão entre a maioria das razões que justificam a visita. Dados complementares indicam que os principais mercados emissores de turistas à região são a França, Espanha, Suíça, Alemanha e Reino Unido. As companhias aéreas mais usadas são a TAP (31,6%), Ryanair (29,2%), Easyjet (13,3%), Transavia (5,5%) e Lufthansa (5%).

O estudo foi realizado pelo Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo, em parceria com o Aeroporto Francisco Sá Carneiro e a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal. A amostra foi de 418 inquiridos, turistas que se encontravam na sala de embarque do aeroporto do Porto, a aguardar voo de regresso ao país de origem.

 

Redação | WINE – A Essência do Vinho