… mas sem passar o Equador

Um casco com Moscatel Roxo 2014 e dois com Moscatel de Setúbal da mesma colheita repetiram a experiência dos vinhos Torna Viagem mas desta sem passarem pela linha do Equador.

Com tradição de mais de um século, os vinhos “torna viagem” eram lotes de Moscatel levados para serem comercializados fora de Portugal, maioritariamente tendo como destino o Brasil, África e Índia, mas que por não serem vendidos na totalidade regressavam a casa. Após atravessarem por duas vezes o Equador, os vinhos revelavam-se em prova com melhores características do que os que se mantinha nas adegas e serviam de “testemunha”.

A José Maria da Fonseca (JMF) repetiu por quatro vezes a experiência recentemente, esta última de forma diferente. Os cascos atravessaram o Atlântico rumo a Filadélfia, New Bedford e Boston, não cruzando assim a linha do Equador. Mais tarde serão comparados com um outro lote, que fará a viagem tradicional.

Por ora, estes vinhos não foram ainda comercializados. Por enquanto, e a par dos anteriores “Torna Viagem”, poderão ser encontrados na Casa Museu da JMF, em Azeitão, somente em exposição.

 

Redação | WINE – A Essência do Vinho