Movimento de defesa e promoção gastronómica

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) vai promover uma nova plataforma regional, multissetorial, aberta e inclusiva em defesa da cultura gastronómica do Norte de Portugal, com a apresentação, na próxima sexta-feira, 25 de setembro, no Palácio da Bolsa, no Porto, da iniciativa CULINAR – Norte de Portugal. O evento, cuja realização é assegurada pela Essência do Vinho, trará ao Porto especialistas portugueses e internacionais, entre os quais chefs reconhecidos pela Michelin. O Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, estará presente. O lançamento do projeto tem início às 9h45, no Salão Árabe, com o anúncio dos objetivos orientadores e a realização de um fórum de reflexão e análise, muito focado na apresentação de casos de sucesso e na antevisão de novas tendências.

Um dos pontos altos da iniciativa consiste no lançamento do Manifesto CULINAR – Norte de Portugal, que terá como primeiros subscritores os cerca de cem convidados presentes. O manifesto assume-se como uma proposta de agenda regional particularmente dirigida a todos os atores que, direta ou indiretamente, intervêm na cena gastronómica nortenha. A necessidade de preservação e potenciação de recursos naturais e o compromisso com princípios de sustentabilidade e autenticidade constam do documento e constituem um dos domínios prioritários da Estratégia de Especialização Inteligente do NORTE 2020 que assentam no princípio de que a inovação e a competitividade das regiões fundem-se nos recursos e ativos existentes no seu território.

“CULINAR – Norte de Portugal quer afirmar a produção alimentar, a gastronomia e a bio-economia como domínios de especialização regional, suportados por uma aposta central no desenvolvimento das entidades do sistema científico e tecnológico com vocação temática, desde a enologia à biotecnologia, passando pelas ciências do mar, antropologia, nutrição, hotelaria ou turismo”, lê-se no Manifesto que considera, ainda, que “a Região Norte de Portugal reúne todas as condições para se lançar com sucesso neste desafio”.

No fórum participam especialistas portugueses e internacionais, designadamente os chefs de cozinha Felipe Rameh (chefe de cozinha do restaurante Alma Chef, eleito “Chefe de Cozinha do Ano 2013 em Belo Horizonte” pela revista“Veja”), Ricardo Costa (uma estrela Michelin, The Yeatman, V.N. Gaia), Pedro Lemos (uma estrela Michelin, Porto) e Renato Cunha (Ferrugem, Famalicão).

Destaque ainda, no painel de participantes, para Jaume von Arend (diretor da empresa espanhola líder na produção de eventos gastronómicos, incluindo os Fóruns Gastronómicos de Barcelona, Girona e Corunha), Eduardo Maya (idealizador e coordenador do projeto “Aproxima”, que pretende posicionar o Estado de Minas Gerais como referência no panorama gastronómico brasileiro), Duarte Calvão (diretor do Peixe em Lisboa, o festival gastronómico português que tem granjeado elogios na imprensa internacional), Miguel Icassatti (jornalista de São Paulo, especializado em gastronomia da América do Sul, colaborados em várias publicações brasileiras) e Rui Falcão (especialista em vinhos, possuidor de um elevado conhecimento e experiência em mercados internacionais).Um almoço que alia a nobreza e diversidade de produtos da Região do Norte à criatividade e toque contemporâneo da autoria de Ricardo Costa, Pedro Lemos, Renato Cunha e o brasileiro Felipe Rameh, encerrará a apresentação do projeto.

CULINAR – Norte de Portugal é uma iniciativa apoiada pelos fundos da União Europeia, através do Programa Operacional Regional do Norte, NORTE 2020, e ao abrigo do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Redação | WINE - A Essência do Vinho