Provas anuais, dirigidas a jornalistas e importadores, e ações de formação com futuros profissionais em Washington D.C., Filadélfia e Nova Iorque

Em 4 de julho de 1776, a independência dos Estados Unidos da América foi celebrada com um cálice de Vinho Madeira. Volvidos 239 anos, o mercado norte-americano continua a ser dos principais destinos de exportação do Vinho Madeira, motivo pelo qual neste mês de outubro o IVBAM – Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira promove ações em três cidades, tendo com o público-alvo jornalistas, críticos de vinho, líderes de opinião e importadores.

O circuito inicia-se por Washington D.C., no dia 13, no Crown Plaza Hotel – The Hamilton. A prova aberta decorrerá das 15h30 às 19h, tendo os convidados oportunidade de provar os mais recentes lançamentos, bem como alguns dos mais emblemáticos vinhos da Blandys, Henriques & Henriques, H.M. Borges, Justino´s, Pereira D’Oliveira e Barbeito. Além da degustação de vinhos, em contacto direto com os produtores, será promovida uma masterclass que aprofunda as características ímpares dos Vinhos Madeira, orientada pelo crítico português Rui Falcão e pelo Master Sommelier norte-americano, Andrew Myers.

Segue-se Filadélfia, no dia 14. O palco será o Crowne Plaza Philadelphia West. O formato da prova e as casas de Vinho Madeira representadas mantêm-se, sendo a masterclass igualmente dirigida por Rui Falcão, a que se junta o especialista Justin Timsit, Advanced Sommelier.

Nova Iorque, no dia 15, será a derradeira etapa deste circuito. No Park Lane Hotel New York, além da prova aberta com produtores haverá ainda uma derradeira masterclass, orientada por Rui Falcão e pelo americano Andrew Bell, presidente da American Sommelier Association.

A formação de públicos e de futuros profissionais será reforçada neste périplo, uma vez que o IVBAM aproveitará a presença nos EUA para realizar ações de sensibilização e formação sobre o Vinho Madeira nas mais conceituadas instituições de ensino vínico e hoteleiro das respetivas cidades visitadas: The Capital Wine School, em Washington D.C. (dia 13, de manhã), Drexel University’s Center for Hospitality and Sport Management, Filadélfia (dia 14, ao final da manhã e início da tarde) e The International Culinary Center, Nova Iorque (dia 16, durante a tarde).

Nos EUA, um dos maiores mercados mundiais de vinho, os Madeira possuem um longo historial de prestígio, sendo encarados como uma tipologia de vinhos super premium. A exportação no ano transato para os Estados Unidos representou um volume de 213.915,25 litros, equivalente a um valor de 1.902.982,67 €.

As ações são produzidas pela EV-Essência do Vinho.

 

Redacção | WINE - A Essência do Vinho