Culminar de uma fase de investigação da Corticeira Amorim

A Corticeira Amorim acaba de anunciar a disponibilização no mercado de rolhas de cortiça natural de segmento alto, com “garantia de TCA não detetável”. O TCA – Trichloroanisol – é um composto exógeno ao vinho, às barricas de madeira e às rolhas de cortiça, que a partir de uma determinada quantidade acaba por provocar o vulgarmente designado “cheiro a rolha/cheiro a mofo”, generalizadamente considerado o principal senão no recurso à cortiça natural como vedante das garrafas de vinho.

Nos últimos anos, o setor da cortiça – com a Amorim  a liderar esse processo – tem empreendido sérios esforços no sentido de apurar metodologias e tecnologias que permitam minimizar o impacto da contaminação por TCA e o mais recente avanço é particularmente significativo. A tecnologia NDTech é particularmente inovadora por introduzir “pela primeira vez, uma triagem individual nas linhas de produção das rolhas de cortiça, baseada em cromatografia gasosa, uma das análises químicas mais sofisticadas do mundo”. Em termos práticos, cada rolha é analisada individualmente, num tempo que passou dos tradicionais 14 minutos para os 20 segundos, o que permitiu a viabilização do processo a uma escala industrial.

Em declarações à revista WINE - A Essência do Vinho, Carlos de Jesus, diretor de Marketing e Comunicação da Corticeira Amorim, esclarece que as rolhas de cortiça sujeitas à tecnologia agora anunciada estão já no mercado desde dezembro último, com boa recetividade “em mercados como Estados Unidos, França, Itália, Espanha, Alemanha e, claro, Portugal”, o que significa que no mundo do vinho “há já milhares de rolhas deste tipo” como vedantes de topos de gama.

NDTech representa um investimento de 10 milhões de euros e uma investigação de cinco anos, em parceria com uma empresa internacional especializada em cromatografia gasosa. Igualmente, na última mão cheia de anos a Corticeira Amorim assistiu a um aumento exponencial de venda de rolhas de cortiça, de três mil milhões para o recorde de 4,2 mil milhões em 2015.

JJS | WINE – A Essência do Vinho