Querem mostrar a qualidade dos vinhos portugueses

Agora é oficial: os Douro Boys já têm uma versão feminina, mas com maior amplitude geográfica e em maior número. São oito produtoras das regiões do Alentejo, Lisboa e Douro, dão-se pelo nome “D’Uva – Portugal Wine Girls” e propõem-se atuar em conjunto no mercado internacional, tal como já fizeram na segunda semana de maio em Copenhaga, no encontro “Portugal, Women and Winemakig” organizado pela AICEP na Dinamarca. No plano nacional, têm agendada uma prova em conjunto a efetuar em Lisboa no mês de outubro.

O grupo de produtoras que pretende “colocar nas bocas do mundo a diversidade de estilos e a qualidade dos vinhos portugueses” resulta da oficialização de um projeto informal que já existia há algum tempo e que foi agora apresentado oficialmente no Porto numa prova para profissionais efetuada no Hotel Vincci.

O grupo reúne as produtoras Catarina Vieira, da Herdade do Rocim, Alentejo;  Francisca van Zeller, da Quinta Vale D. Maria, Douro; Luísa Amorim, da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, Douro; Maria Manuel Poças Maia, da Poças Júnior, Douro; Mafalda Guedes, da Herdade do Peso, Alentejo; Rita Cardoso Pinto, da Quinta do Pinto, Lisboa; Rita Fino Magalhães, do Monte da Penha, Alentejo; e Rita Nabeiro, da Adega Mayor, Alentejo.

Luís Costa | WINE - A Essência do Vinho