Sabores portugueses reforçados no duas estrelas Michelin

Está desvendada a enorme expetativa que rodeava a nova carta do restaurante gastronómico do hotel The Yeatman, em Vila Nova de Gaia, depois da conquista da segunda estrela Michelin pela equipa liderada pelo chefe Ricardo Costa. E a primeira grande conclusão que pode extrair-se da apresentação dos pratos realizada para a imprensa da especialidade confirma o elevado patamar alcançado pela cozinha de Ricardo Costa mas, sobretudo, acentua uma característica que sempre orientou a cozinha do chefe de Ílhavo que alcançou o estrelato na amarantina Casa da Calçada: uma cada vez mais forte – e intensa – ligação dos pratos à matriz cultural portuguesa.

Como o próprio Ricardo Costa sublinha, “nesta carta há uma presença ainda mais marcante dos sabores portugueses, dos produtos locais e dos pratos tradicionais”. E porquê uma opção tão notória e deliberada na cozinha de matriz portuguesa? “Esta tendência prende-se com o facto de sermos muito procurados por estrangeiros. É muito importante para nós explicarmos todo o sabor da gastronomia portuguesa. E não só aos estrangeiros, temos muitos portugueses que querem saber mais e explorar os nossos sabores. Além disso, o facto de usarmos os produtos e as técnicas portuguesas torna-nos autênticos. A autenticidade é, por isso, aquilo que nos destaca. Muito resumidamente, o que tentamos fazer, diariamente, é comida boa, saborosa, com produto e autêntica”, explica Ricardo Costa.

Não por acaso, na carta do restaurante principal do hotel The Yeatman podemos encontrar sames de bacalhau, espuma de tremoços, caldeirada de pregado ou frango do campo. A experiência gastronómica propõe uma viagem pelos sabores de quinze pratos com uma variedade de mariscos, peixes e carne. 

Em jeito de boas-vindas, Ricardo Costa disponibiliza um prato batizado como “Marisqueira 2017” que envolve crustáceos, tremoços, azeitona e cerveja, seguindo-se um fantástico carabineiro com sames de bacalhau e alga liofilizada. A viagem continua com uma caldeirada nacional de pregado assado e molho de caldeirada, que dá a vez a uma beringela assada com caril, regada com molho de borrego e de romesco. Chega então a vez de um sabor profundamente tradicional, embora com o requinte e sofisticação da um restaurante que ostenta duas estrelas Michelin: frango do campo, cozido e assado, acompanhado por batata e molho de cabidela. 

Nas sobremesas, destaque para a surpreendente laranja sanguínea, marinada e acompanhada por creme de açafrão e gelado de pistachio. A fechar, mirtilos confitados e em diferentes texturas – mousse e merengue – acompanhados de gelado de queijo mascarpone e um toque de lima kaffir. 

O menu completo “Experiência Gastronómica” não inclui bebidas e tem o custo de 150€/pessoa. É ainda possível optar pelo menu de degustação, com uma seleção de seis pratos por 130€/pessoa ou uma seleção de quatro pratos por 100€/pessoa.

Luís Costa | WINE – A Essência do Vinho