No vinho e na gastronomia

No passado sábado, realizou-se a “Gala Vinhos do Tejo”. O Hotel dos Templários, em Tomar, foi palco da cerimónia que voltou a distinguir o trabalho de enólogos, produtores e restaurantes de todo o país.

Martta Reis Simões foi eleita “Enóloga do Ano”, e Osvaldo Amado e João Sardinha da Cruz receberam o “Prémio Carreira”. A Adega Cooperativa de Almeirim foi considerada “Empresa Dinamismo” e a Adega Cooperativa do Cartaxo “Empresa Excelência”. No âmbito do “Concurso de Vinhos Engarrafados do Tejo”, Casal da Coelheira 2016 foi eleito o melhor vinho branco e Bridão Private Collection 2015 o melhor tinto. Já no que diz respeito à gastronomia, o concurso “Os Melhores do Tejo Gourmet” distinguiu Areias do Seixo (Torres Vedras) como “Melhor Restaurante”. Ainda a propósito deste concurso, foram entregues os prémios “Melhor Cozinha de Autor” (Areias do Seixo, Torres Vedras), “Melhor Tradicional” (A Lúria, Tomar), “Melhor Internacional” (À Terra, Olhão), “Prémio Revelação” (Pigalle, Santarém, e Cisco, Almeirim), e “Melhor Carta de Vinhos” (Taverna do 8 ó 80, Nazaré).

A “Gala Vinhos do Tejo 2017” foi organizada pela Confraria Enófila Nossa Senhora do Tejo, em parceria com a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo.

Redação | WINE – A Essência do Vinho