De 25 a 28 de maio, Coruche volta a receber a FICOR – Feira Internacional da Cortiça. A “Capital Mundial da Cortiça” é o cenário natural para a XI edição do evento que pretende relançar a cortiça como alavanca da economia nacional e reforçar a liderança internacional de Portugal no setor.

Especialistas, profissionais, estudantes e público em geral juntam-se no Parque do Sorraia e no Observatório do Sobreiro e da Cortiça, os dois locais onde decorre o evento. A programação diversificada contempla seminários, conferências, exposições, debates, concertos e espaços dedicados a vinhos e sabores. O montado e o sobreiro - os benefícios para a biodiversidade, as vicissitudes da exploração e a nova reforma florestal - serão alguns dos temas em grande destaque.

Nesta edição da FICOR, estreia-se a iniciativa “Wine & Cork”, organizada pela EV-Essência do Vinho. Dedicada à temática dos vinhos sustentáveis, um espaço especificamente criado para o efeito promoverá prova livre de vinhos (a compra de copo oficial de provas terá o custo de 3€), com a presença dos produtores. No mesmo âmbito, será realizada uma mesa redonda com a participação de enólogos, viticultores e especialistas, e “Conversas sobre o Vinho”, com o sommelier Sérgio Antunes.

O programa completo da FICOR – Feira Internacional da Cortiça pode ser consultado no site oficial do evento. Uma organização da Câmara Municipal de Coruche em parceria com a APFC – Associação dos Produtores Florestais de Coruche.

Redação | Revista de Vinhos