A Global Wines lança na próxima semana para o mercado três novos vinhos, com a particularidade de dois deles assumirem a bandeira biológica e o terceiro ser um branco de… Touriga Nacional.

O Cabriz Touriga Nacional branco 2016 (PVP, 7€) tem nariz de líchia, polpa de ameixa, rosas e violetas. Foi prensado muito levemente, sem engaço, e a lágrima do mosto de uma Touriga Nacional vindimada mais verde evitou que ficasse muito marcado pela Touriga. Seguiu um estágio em cubas de inox, com bâttonage de borras finas, o que lhe confere uma untuosidade suplementar. “É um vinho que é uma experiência e que deve ser encarado como tal”, reforça Rui Correia, diretor de marketing do grupo.

Já o Cabriz Biológico branco 2016 (4,99€) apresenta-se leve, equilibrado e fresco, sendo elaborado a partir de Encruzado, Arinto e Malvasia Fina. O Cabriz Biológico tinto 2013 (4,99€) é igualmente fresco e está, sobretudo, cheio de fruta vermelha, sendo um dueto entre Touriga Nacional e Aragonês.

Os vinhos foram dados a conhecer esta quinta-feira, no Porto, com as participações de Vítor Castanheira, administrador do grupo, Rui Correia, diretor de marketing, e Osvaldo Amado, enólogo. Num dos mais apetecíveis restaurantes da atualidade da Invicta, o Puro 4050, do chefe Luis Américo, a harmonização gastronómica foi com tapas e pratos de inspiração italiana. 

O almoço fechou com a segunda edição de um bem curioso Cabriz Ímpar (20€), um licoroso que resulta de um lote de vinhos com idades aproximadas de 20 anos. Tem um estilo tawny, da cor às notas aromáticas.

Sediada no Dão, a Global Wines atua em diferentes regiões portuguesas, engarrafando uma média de 8 milhões de unidades. Há ainda a operação no Brasil, no Vale de São Francisco, no Nordeste.

JJS | Revista de Vinhos