Era um dos mais conceituados "wine merchants" de Londres, coproprietário da Lea & Sandeman, fundada em 1988 com Charles Lea. Patrick Sandeman morreu no passado sábado, na sequência de um acidente de paraquedismo.

Tinha 53 anos e era um paraquedista experiente. Todavia, no passado sábado, ainda em pleno salto, terá chocado com outro paraquedista, o que motivou o colapso de ambos os paraquedas. Apesar do esforço das equipas de paramédicos, Patrick não resistiu à queda e acabou por morrer no local (o campo de Sibson, perto de Peterborough, Cambridgeshire), estando o outro paraquedista ainda internado, com lesões graves.

Patrick Sandeman era um dos mais respeitados comerciantes de vinho do Reino Unido. A Lea & Sandeman, com quatro lojas, é das mais conceituadas da capital britânica, tendo sido já várias vezes distinguida como "Wine Merchant of the Year" e igualmente sido nomeada, em diferentes categorias, para os "Decanter World Wine Awards - Retailer Awards".

Afável, simpático e bem humorado, Patrick Sandeman era um apaixonado por vinho e falava sempre com grande conhecimento e entusiasmo sobre as marcas e os produtores que representava. Jancis Robinson, colunista do "Financial Times" e da WINE-A Essência do Vinho, conhecia-o igualmente bem e dedicou-lhe nas últimas horas uma breve homenagem no seu sítio Web, sob o título "Uma luz muito brilhante que se apaga".

A EV-Essência do Vinho e a WINE-A Essência do Vinho expressam profundo pesar pelo trágico acontecimento e expressam à mulher Katy e aos seus três filhos, à restante família Sandeman e aos amigos próximos de Patrick Sandeman as mais sentidas condolências.

Nuno Guedes Vaz Pires | WINE-A Essência do Vinho