A família Guedes e José Berardo chegaram esta quinta-feira a acordo quanto aos cerca de 32% que o comendador detinha, desde 2006, na Sogrape, o principal grupo português do setor do vinho.

Joe Berardo, que detém o grupo Bacalhôa Vinhos de Portugal, adquiriu em 2006 uma quota de cerca de 32% que pertencia à Bernardino Carmo & Filhos. A família Guedes sempre contestou o negócio, tendo interposto ações judiciais para tentar excluir Berardo do capital da empresa. 

"Este acordo põe termo a todas as questões judiciais pendentes entre as partes, criando condições para que quer a Sogrape quer a Bacalhôa continuem as suas rotas de crescimento, de acordo com os respetivos planos de desenvolvimento. Este acordo servirá também para melhorar o bom relacionamento institucional entre os dois grupos", anuncia a Sogrape, em comunicado.

Os valores envolvidos na operação não são revelados.

José João Santos | WINE-A Essência do Vinho