“Tomamos café”? A questão e o gesto de consumo que muitos de nós repetem ao longo do dia deve duplicar até 2021. De acordo com um estudo agora anunciado, dentro de dez anos cada português acabará por consumidor, em média, oito quilos de café por ano.

Na atualidade, dados da Associação dos Industriais e Comerciantes do Café indicam que os portugueses bebem menos 35% de café do que a média europeia. No entanto, a acreditar no estudo “Tendências e Perspetivas Sociais no Consumo de Café em Portugal em 2021”, esse consumo deverá duplicar até 2021. O documento, de Tiago Oliveira, mestrado do IPAM - Instituto Português de Administração de Marketing, indica ainda que o consumo doméstico de café deverá crescer 20% e que as mulheres deverão igualar o consumo de café face aos homens.

O perfil do consumidor português de café foi obtido através de inquéritos realizados a um painel de 28 especialistas na cadeia de valor do café e comportamento do consumidor, ligados às áreas académica, privada e pública. Para a maioria dos inquiridos, o preço do café deverá aumentar entre 26% a 34% ao longo dos próximos dez anos, sendo que três dos inquiridos perspetivaram um aumento mais acentuado, na ordem dos 53%, justificando-se com o facto de a chávena de café em Portugal ter dos preços mais baixos da Europa e com o aumento da pressão especulativa sobre as matérias-primas.

Redação | WINE - A Essência do Vinho