Depois de dois anos de negociação, FIFA e produtores brasileiros chegaram finalmente a um acordo: vinho brasileiro será vendido em exclusivo nos estádios onde vão ser disputados os próximos jogos das “copas” das Confederações e do Mundo.

A negociação culminou na escolha do vinho Lídio Carraro, produzido por uma família de pequenos produtores de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, e vem substituir os vinhos chilenos que estavam inicialmente encomendados pela FIFA. A primeira garrafa será servida já no próximo sábado, à presidente Dilma Rousseff, durante a abertura da “Copa das Confederaçõe”s, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. 

Para os produtores brasileiros falta agora tentar convencer a FIFA a substituir o champanhe já escolhido pela federação por um espumante brasileiro.


Redação | WINE - A Essência do Vinho