É um dos mais brilhantes enólogos portugueses e agora, com os filhos, apresenta o primeiro vinho elaborado em família. Chama-se Quinta do Monte Xisto, é um tinto do Douro e desde já promete afirmar-se entre os melhores da região.

Elaborado a partir das castas Touriga Nacional (60%), Touriga Franca (35%) e Sousão (5%), este tinto nasce em Foz Côa, Douro Superior, em plantações de agricultura biológica, parte já em processo evolutivo para a biodinâmica. O vinho, da colheita 2011, foi pisado em lagar, estagiou em carvalho francês e austríaco e apresenta-se para as curvas, ou seja, para muitos e bons anos. O PVP é de 65€, a distribuição é da Prime Drinks e o lançamento foi realizado esta quinta-feira na centenária livraria Lello, no Porto, seguida de almoço no novo espaço de restauração dos Clérigos.

O vinho traduz também uma paixão de 20 anos de João Nicolau de Almeida. Há 20 anos, o enólogo seduziu-se  por um pequeno pedaço de terra em Foz Côa, de escassos três hectares. Quando mais tarde soube que estava à venda, não hesitou e ali investiu as poupanças, na compra da quinta. Nos anos seguintes foi adquirindo pequenas parcelas, até perfazer os atuais 40 hectares de vinha, plantadas de novo. Com os filhos, também enólogos, Mateus e João, desenhou este vinho, que representa mais um capítulo de uma família com históricas ligações ao Douro e ao vinho, como que se de um ADN muito particular se tratasse.

JJS | WINE - A Essência do Vinho