De acordo com a proposta de lei do Orçamento de Estado (OE), entregue terça-feira pelo Governo na Assembleia da República, haverá aumentos de impostos nas bebidas alcoólicas. O principal aumento será nas bebidas espirituosas, um agravamento de 5% em 2014, para os 1.251,72€ por hectolitro.

No caso das bebidas com um volume de álcool superior a 1,2%, o aumento do imposto é de 1%. Nas restantes sobre, no mínimo, 0,93%. O Vinho do Porto e as aguardentes vínicas terão uma subida de 4,9%, para 69,67€ por hectolitro.

O Estado arrecadou 111,8 milhões de euros com o Imposto sobre o Álcool e as Bebidas Alcoólicas, entre janeiro e agosto deste ano.

 

Redação | WINE - A Essência do Vinho