A conceituada revista norte-americana Wine Enthusiast destaca na edição que acaba de chegar às bancas o carácter distintivo e a evolução positiva dos Vinhos Verdes em Portugal.

Num artigo intitulado "Portugal's Green Revolution" (a revolução dos Vinhos Verdes em Portugal), o crítico de vinhos Roger Voss sublinha que, além dos mais conhecidos e tradicionais vinhos frescos, leves e de baixa graduação alcoólica, encontram-se nesta região um número crescente de produtores que ousam produzir "vinhos ricos, complexos, elegantes, com toques minerais e de fruta, com uma sofisticação similar aos topos de gama originários da Áustria ou do Vale do Loire".

No mesmo artigo, o especialista destaca também as referências que lhe mereceram melhores pontuações, nomeadamente o Casa do Valle Grande Escolha 2012 (91 pontos), Toucas Alvarinho 2012 (91), Alvarinho Muros Antigos 2012 (90), Quinta do Ameal branco seco 2011 (90), Casal Garcia branco 2012 (85 pontos), Casca Wines 2012 Cape Roca Fisherman (85), Caves Aliança 2012 (85) e Vinhos Norte Cruzeiro 2012 (85).


Redação | WINE - A Essência do Vinho