Para celebrar os 250 anos de existência, a Quinta Nova acaba de lançar uma garrafa de coleção do seu vinho de maior sucesso comercial, o “Colheita Unoaked” 2011. Simultaneamente, coloca no mercado dois novos vinhos brancos: o Grainha Exclusivo 2012 e o Pomares Gouveio 2013.

O Grainha Exclusivo 2012 é um lote com 70% de Boal (que corresponde à Semillon francesa) e 30% de Moscatel Galego Branco fermentado em barricas de carvalho francês e com estágio prolongado de 14 meses. Um vinho que aposta na harmonização de contraste entre uma casta não aromática e outra bastante aromática, o que permite à produtora, Luísa Amorim, sublinhar o risco calculado de unir “a estrutura e viscosidade sofisticada do Boal” à “linearidade e delicadeza do perfume do Moscatel”.

O Pomares Gouveio 2013 é um varietal de uma casta com acidez vibrante e intensa mineralidade, propensa ao envelhecimento, que é pouco usada a solo na região do Douro mas que dá fama a Valdeorras, na Galiza, sob a sinonímia Godello. Não por acaso, aparece plantada em zonas de altitude, nas manchas geológicas graníticas de Alijó e Sabrosa, e evidencia pH baixo e teor alcoólico elevado.

 

Luis Costa | WINE - A Essência do Vinho