A revista britânica “Restaurant” anunciou a nova listagem dos “50 Melhores Restaurantes do Mundo em 2014”. Pelo terceiro ano consecutivo, o único restaurante português listado, o algarvio Vila Joya, continua a ascensão, subindo agora até à 22ª posição (fora 37º em 2013).

Restaurante duas estrelas Michelin, liderado pelo chefe austríaco Dieter Koschina, o Vila Joya recebe elogios particularmente pela criatividade na cozinha de mar, sendo que o júri enaltece pratos como o bacalhau confitado com coulis de beterraba e iogurte, e não esquece o sucesso do festival anual “Tribute to Claudia”.

Outro dado a reter do novo “ranking” é o regresso à liderança do dinamarquês Noma, por troca direta com o catalão El Celler de Can Roca. O pódio completa-se com a manutenção do italiano Osteria Francescana no terceiro lugar. Num português com sotaque, o D.O.M., de Alex Atala, baixa uma posição face a 2013, mas mantém-se no restrito “top 10”, sendo 7º. Ainda de São Paulo, o Mani, de Helena Rizzo e Daniel Redondo, ascende 10 posições, sendo agora o 36º mais bem classificado.

Redação | WINE - A Essência do Vinho